Por que escrever um projeto editorial?

Por que escrever um projeto editorial?

0 2686

O projeto editorial de uma publicação é um documento que descreve detalhadamente as características, o conteúdo e o seu plano geral de funcionamento. O Projeto Editorial (de um periódico, de um livro, de um site) é um patrimônio institucional da instituição que o publica. Serve para planejar detalhadamente os rumos desse canal de comunicação com o público do ponto de vista editorial e, por isso mesmo, ajuda a manter a sua qualidade ao longo do tempo. Funciona mais ou menos como a planta de uma casa a ser construída, planejada de acordo com as características da família que nela vai morar.

 

Sem a descrição de um projeto editorial, o canal de comunicação perde consistência, coerência e permanência na memória do cliente, pois seus diversos elementos (seções, conteúdos) ficam desconectados. Sem o projeto editorial, há um grande risco de o produto modificar-se ao longo do tempo à revelia de um planejamento, tomando rumos não desejados pela instituição detentora da obra. Os rumos do veículo, no caso de um periódico ou site, podem se alterar ao longo do tempo sem que a instituição se dê conta disso ou até mesmo sem que deseje as mudanças.

 

O Projeto Editorial é um documento que serve para que os membros da equipe da instituição tomem conhecimento de qual é o seu objetivo e quais são as metas para o cumprimento de cada etapa de trabalho. Ele traz um conjunto de normas a serem seguidas para aquele produto editorial. Assim, mesmo com a mudança da equipe, substituição de editores ou dirigentes, o fluxo de trabalho permanece.

 

A documentação do Projeto Editorial é também uma maneira de oficializar e reconhecer adequadamente o trabalho do editor, que serve como consultor para a montagem do novo veículo, coordena o trabalho da equipe (de programadores, de outros redatores, de fotógrafos), trabalha em conjunto com os designers gráficos, e investe seu tempo no planejamento de todo o trabalho: seu, e de outros profissionais envolvidos. O editor realiza, por meio da confecção do Projeto Editorial, a programação do trabalho a ser realizado em consonância com os objetivos e expectativas do cliente. No caso de periódicos científicos, o editor-chefe tem a função primordial de selecionar o conteúdo a ser publicado em cada edição, e o editor assistente ou associado precisa auxiliá-lo cumprindo normas e procedimentos previamente descritos num Projeto Editorial.

 

O Projeto Editorial deve conter:

 

– qual o objetivo/missão do produto/empresa

– qual o título e ISBN ou ISSN

– quais são as seções (ou capítulos) e conteúdos do veículo (jornal, revista, portal na internet, livro, periódico científico) e a que se destinam

– qual a periodicidade mínima e máxima da publicação no caso de periódicos (jornal, revista, página na internet)

– como devem ser formatados os elementos componentes (qual a linguagem do texto? Qual sua extensão mínima e máxima?)

– como serão usadas imagens (fotografias, ilustrações), em que situações, de que maneira, e como será produzido esse material

– no caso de livro, quem são os autores

– de onde vêm e como são obtidos os textos de colaboradores externos

– no caso de periódico científico, quais são os critérios de autoria, ou seja, o que faz de um autor realmente um autor e não um colaborador

– as responsabilidades de cada membro da equipe (ou conselhos)

– qual o prazo mínimo e máximo para execução de cada tarefa e qual o cronograma do primeiro número.

 

A Palavra Impressa realiza a análise crítica de produtos em publicação e a redação do Projeto Editorial desses e de produtos a serem publicados (novos). Após a redação do Projeto Editorial e submissão inicial ao cliente, alterações no planejamento do trabalho ou em detalhes do documento são discutidas e implementadas no Projeto. Uma vez obtida a aprovação do cliente, o editor formata o documento final para entrega e arquivamento, para que se inicie o fluxo de trabalho propriamente dito. Periodicamente (por exemplo, todo ano ou a cada dois anos), no caso de periódicos (revistas, jornais) e de portais na internet, o Projeto Editorial pode (e deve) ser revisto criticamente, e pode ser alterado. No caso da publicação de livro, a pré-impressão encerra o Projeto.

Patricia Logullo
Patricia Logullo é editora de textos e publicações. Trabalha na área de não ficção, especialmente com relatórios científicos, sobre projetos sociais e registros históricos.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário