Respondendo aos revisores

Respondendo aos revisores

0 3265

Nosso parceiro Paul Kretchmer, da San Francisco Edit, enviou texto sobre como proceder na hora de enviar uma resposta aos revisores dos periódicos científicos. Ele traz dicas muito interessantes sobre como se posicionar frente aos revisores, e são orientações que fazemos geralmente aos nossos clientes. Com permissão de Paul, traduzimos o seu texto.

“Depois de submeter seu manuscrito para publicação, você vai receber uma carta do editor da revista com comentários de diferentes revisores, cujas identidades são normalmente mantidas confidenciais. A carta vai rejeitar o artigo ou aceitá-lo condicionalmente. Se o editor recusou seu manuscrito, provavelmente vai dar razões para isso. Se é esse o caso, você precisa examinar os comentários dos revisores para ver se o artigo seria aceito caso você faça certas modificações.

Na maioria dos casos, o editor e os revisores estarão tentando ajudá-lo a produzir um artigo de alta qualidade. Não tome os comentários pessoalmente. Em alguns casos, pode ser apenas um mau momento para submeter o artigo: a revista pode ter acabado de receber um artigo semelhante. E você pode, de qualquer maneira, submeter o artigo para outra revista.

Se você decidir enviar o trabalho para outra revista, é geralmente melhor levar os comentários dos revisores em consideração. Mesmo que você ache que os revisores entenderam mal alguma coisa no texto, outros revisores, de outras revistas, também podem entender da mesma maneira.

Se o editor acha que o tema do seu artigo está fora do escopo da revista, não há como insistir. Você não tem outra escolha a não ser submeter o manuscrito para outra revista. Se o seu artigo foi aceito condicionalmente, você agora precisa planejar uma estratégia para revisá-lo e obter a aceitação plena. Isso inclui submeter um manuscrito revisado e também respostas aos comentários dos revisores. Os pontos abaixo vão ajudá-lo a responder melhor aos revisores e submeter o seu manuscrito.

 

1. Leia todos os comentários, do revisor e do editor.

2. Nunca responda imediatamente. Dê a você mesmo alguns dias para refletir sobre os comentários.

3. Se os comentários do editor e dos revisores podem ser usados para melhorar o seu manuscrito, faça isso com certeza.

4. Se o seu manuscrito foi rejeitado e você ainda acha que merece publicação, envie rapidamente para outra revista, porque alguns dados podem perder relevância com o tempo.

5. Se o seu manuscrito foi aceito condicionalmente, é boa ideia responder rapidamente. Assim que possível, comece a escrever uma carta de resposta educada, bem pensada, clara e detalhada.

6. Seja delicado. Evite um tom defensivo ou confrontador na sua resposta. O objetivo é extrair informações úteis dos comentários e adotar qualquer sugestão que seja útil para melhorar o seu artigo. Explique seu ponto de vista calmamente quando você discordar do que disseram.

7. Responda completamente a cada comentário de uma maneira ordenada, com itens separados, e, se necessário, copie na carta qualquer modificação substancial que você fez no manuscrito. Não há limite na extensão do texto da sua resposta, e muitos editores querem mesmo receber uma resposta longa e clara.

8. Modifique seu manuscrito onde isso fizer sentido para você. Você não é obrigado a fazer todas as mudanças sugeridas, mas deve responder a todos os comentários. Se você se recusa a seguir uma das sugestões, o editor vai querer saber uma boa razão, com evidências apoiadas por referências bibliográficas. Só porque você prefere do seu jeito não é uma boa razão.

9. Os revisores nem sempre concordam uns com os outros, e neste caso você tem que fazer uma escolha. Decida qual sugestão parece mais válida e anote na sua carta de resposta que você recebeu conselhos contraditórios, e que você decidiu qual é a melhor opção.

10. Se o revisor está obviamente errado e cometeu um erro, você pode oferecer um argumento e oferecer fatos e referências que o apoiem.

11. Às vezes, eles pedem que você reduza consideravelmente a extensão do seu artigo. Não se sinta muito apegado às suas palavras; encurte seu manuscrito.

12. Assegure-se de que você realmente fez no artigo o que disse que fez na carta, e também verifique se está cumprindo as normas da revista. Os editores se irritam quando descobrem que as respostas na carta não estão de acordo com o que foi feito no manuscrito.

O processo de conseguir uma publicação científica é desafiador, mas recompensador quando finalmente as provas impressas chegam.

 

San Francisco Edit – www.sfedit.net

Patricia Logullo
Patricia Logullo é editora de textos e publicações. Trabalha na área de não ficção, especialmente com relatórios científicos, sobre projetos sociais e registros históricos.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário