Pílula de português: deem-me espaços! Nos lugares certos!

Pílula de português: deem-me espaços! Nos lugares certos!

0 763

Algumas       pessoas adoram    digitar usando um  , dois ou       mais espaços no meio do texto,     às vezesnenhum  , colocando espaços dentro de parênteses (  como se o conteúdo do    pobre   parêntese tivesse uma doença contagiosa   ), ou preferindo usar espaços antes  ,em vez de depois das vírgulas   ! Vejamcomo a   leitura fica prejudicada pelo   uso inadequado   dos espaços  .Até parece que   o   redator sofre de mal de Parkinson   .Isso fica ainda pior nos textos   com dados numéricos  , em que um espaço   ,ponto ou vírgula fazem a     ma ior     diferença :  3 500mg  é o mesmo que trêsmilequinhentos miligramas ou três  vezes  500 mg   ? Que tal escrever 3.500 mg?

Agora vejam como o texto fica mais fácil de ler quando os espaços estão em seus lugares. Um espaço depois do ponto final, nenhum antes. Também nenhum antes da vírgula, ou do ponto e vírgula; mas usem sim um espaço depois dessas pontuações. Um espaço antes da abertura e outro depois do fechamento dos parênteses (mas nenhum espaço na parte de dentro, após a abertura e antes do fechamento). Nunca, nunca usar espaços duplos! Nem triplos! Nunca usar espaço antes do sinal de porcentagem (por exemplo, 50%). Mas usar um espaço entre o número e a o símbolo da unidade de medida de volume ou massa: 3.500 mg, 40 ml. Nunca usar espaços antes e depois de hífens (deve-se fazer assim para separar dois pedaços de palavras), mas usar um espaço antes e outro depois do travessão — o traço mais longo, que serve para isolar trechos de uma frase.

(Vejam como o aspecto da mancha de texto no parágrafo de cima está diferente do aspecto do parágrafo de baixo!)

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário